Todo mundo persegue todo mundo.

Ou sou eu que sou uma besta quadrada ou o mundo perdeu de vez toda a pureza que ainda existia. Aquela bondade, aquela lei de que todo mundo é inocente até que se prove contrário, aquela compaixão… Sabe? Aquela sensação de não acreditar que realmente existiu um culpado? De abismar quando vê que foi o mordomo que assassinou o dono da mansão? Onde foram parar? Porque em todo lugar que eu olho, vejo julgamentos, e acima disso, julgamentos feitos com base no mal. Com base na atitude de uma minoria, que etiqueta o restante de sua classe na sociedade, mediante aos olhos dos opositores. E isso vem acontecendo em todos os meios.
Todos os evangélicos são ignorantes porque aquele que está nos Direitos Humanos, auto-declarado pastor, é racista e homofóbico? Todos os padres são demônios por causa daquele que foi preso por pedofilia? Todos os sulistas são gaúchos? Todos os nordestinos são baianos? Todo mundo que usa Bolsa Família é vagabundo e toda empregada doméstica é aproveitadora?
Acredito que o problema em questão seja o tal “todo mundo”. Porque na verdade, todo mundo somos nós, com nossas visões preconceituosas e generalizadas. Nós somos “todo mundo” que enxerga tudo com o mesmo olho. Somos o “todo mundo” que empurra muita gente a seguir uma opinião que nem tem, ou a gritá-la da maneira que bem entender aos quatro ventos, ignorando princípios de respeito, humanidade, compaixão ou até mesmo o próprio conhecimento. Esse é que é o mal do momento.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Preferimos que metam a mão em nossos bolsos para construir estádios para a Copa do que ver que existe um Bolsa qualquer coisa para matar a fome de alguém porque UMA mulher disse que compra calça jeans com esse dinheiro. Acreditamos que todos os que pregam uma religião são incoerentes e aproveitadores. E desse mesmo jeito, seguimos achando que o errado é motivo para julgar todos os certos. Não só esquecemos que não temos o menor direito em julgar um outro ser humano, como também perdemos completamente a noção de quais seriam os parâmetros certos para que fizéssemos comparações.
A política do caos está instalada de tal modo que não existe mais fé no outro. Ou estamos nós tão acostumados a fazermos nossas doses de pecados que não acreditamos mais na inocência de ninguém. Ao certo, não dá para saber o que nos motiva a ser assim, mas a questão é que estamos criando uma arma de destruição de massas. De todos os tipos de massas. De massas religiosas, de massas pobres, de massas negras, de massas femininas, de massas homossexuais… Porque a grande questão é que não importa o que somos, sempre existe alguém minimamente parecido que vai sofrer ou aproveitar conosco das mesmas condições. E assim, somos todos uma massa, que hoje, tem se achado no direito de eliminar todas as outras que existem diferentes de nós.
Como mudar isso? Infelizmente não sei. Tudo que sei é que prefiro acreditar no bem, no amor, nas coisas lindas, e achar que quando alguém faz algo de grave, é ele a exceção. E não eu ou você. E não as nossas vidas, que hoje estão sendo perdidas uma a uma, seja de forma literal, ou na forma mais profunda, que nos permite sentir, amar e ter compaixão. Posso estar completamente errada, mas desde que ainda exista um fio de luz, ainda não será decretada a total escuridão. Então que a luz de todos nós possa brilhar acima de todas as desconfianças, de todas as generalizações. Que a luz de cada um nos permita colocarmo-nos no lugar do outro e ir mais a fundo nas questões. Que a luz de todos recarregue suas baterias e brilhe, afim de terminar de vez com este comportamento que tem nos tornado tão obscuros.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Todo mundo persegue todo mundo.

Deixe seu recado após o sinal. Beep!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s