É um lixo jogar lixo na rua.

Lugar de lixo é no lixo, como já diria Sandra de Sá em sua música “Joga Fora no Lixo”. Mas infelizmente não são todos que pensam desta forma. Fomos educados, ou melhor, mal educados, a eliminar nossa sujeira de qualquer forma e sem controle, produzindo lixo adoidado e sem se quer nos preocuparmos que fim este lixo terá. Simplesmente o produzimos. Quando estamos em nossas casas ainda temos o cuidado de joga-los em um reservatório apropriado, mas quando estamos na rua temos o mau costume de largar nossa sujeira por onde andamos, achando que o chão é lixeira e lá depositando o que queremos. É chiclete, papel de bala, embalagens em geral, latinhas de refrigerante… Basta estar com algo que não queremos mais em mãos para descartar facilmente nas ruas.

Não nos preocupamos com as consequências que isso pode gerar, como entupimentos de bueiros, acidentes, e outros tipos de transtornos. Dizer que é falta de lixeiras ou coisas do tipo até me parece clichê para justificar tal imundice, porque canso de ver carros de passeio arremessando sua sujeira na rua sem pudor algum! E esse exemplo é o que? No meu carro, por exemplo, ando com uma lixeira, e caso consuma algo que não caiba nela, deixo no chão do carro para quando chegar em minha casa poder colocá-lo no lixo.

O que adianta ser uma pessoa higiênica em casa, muitas vezes até paranoico por limpeza, se fora dela não contribuir em nada para higiene coletiva? Período de eleição então, nossa mãe de Deus, é tanto papel pela rua que você nem vê o asfalto. E tome porcalhões e mais porcalhões. Mas a coisa está mudando de figura para eles. Medidas começam a ser tomadas e espero que de fato sejam eficazes. Assim, se a educação que deveria vir de casa não vem, vamos aprender na marra a ter.

Quis trazer a tona este tema, pois semana passada começou a vigorar uma lei municipal no Rio de Janeiro que pune os porquinhos de plantão. Quem produzir lixo e o elimina-lo de forma incorreta nas ruas será punido, devendo ser multado.

 

Foto: reprodução

Foto: reprodução

 

“Prefeitura do Rio vai multar quem jogar lixo nas ruas

09/04/2013 – 19h16

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A partir do mês de julho, quem for flagrado jogando lixo na rua, na cidade do Rio de Janeiro, será multado pela prefeitura. O valor mínimo das penalizações é R$ 157 e aumenta de acordo com o espaço ocupado pelo dejeto. O registro da multa será feito  por uma equipe composta de um agente da Guarda Municipal, um fiscal da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) e um policial militar. Ela abordará o infrator anotando o CPF. A multa será aplicada independentemente do tamanho do resíduo largado nas vias públicas.

Os agentes estarão equipados com palmtop (microcomputador de mão) e uma pequena impressora portátil para emissão do documento. Se a pessoa flagrada se recusar a fornecer o número do CPF, ela será encaminhada à delegacia mais próxima. De acordo com o presidente da Comlurb, Vinícius Roriz, aqueles que se sentirem lesados poderão recorrer da multa pela internet. O não pagamento acarretará em protesto de título pela prefeitura, que poderá gerar restrições a créditos, como empréstimos ou compras parceladas.

Segundo Roriz, a lei de limpeza urbana existe desde 2001.“A lei é boa, completa, mas de difícil aplicação, porque o efetivo da Comlurb é pequeno e o não pagamento da multa não tinha grandes consequências”. Para o descarte de pequenos resíduos, que tenham tamanho igual ou menor ao de uma lata de cerveja, a multa será R$ 157. Para resíduos maiores que uma lata de alumínio e menores que 1 metro cúbico, o valor atingirá R$ 380, e R$ 500 para descartes acima desse volume.

“A coleta de lixo domiciliar hoje é bem mais barata que o processo de varrição e coleta de resíduos nas vias púbicas. O cidadão paga mais caro em função do descarte de lixo na rua de forma inadequada. Se tirarmos esse fator, vai haver um impacto importante, que irá nos permitir redimensionar nossas equipes, que chegarão a lugares onde a cobertura não é boa”, disse o presidente da Comlurb..

Por ano, a varrição de ruas e a limpeza das praias custam aos cofres municipais cerca de R$ 16,5 milhões. Segundo a prefeitura, a operação vai começar pelo centro da capital, em seguida irá para os bairros da zona sul e concentrações comerciais no subúrbio da cidade.

Sobre a aplicação das multas a visitantes nacionais e estrangeiros, Roriz disse que “o problema maior não está no turista, nós vamos abordá-lo, é claro. Estamos vendo como fazer com que eles sofram as consequências [do descarte inadequado de lixo]. A ideia não é multar, arrecadar ou reduzir os custos da Comlurb. Nossa preocupação é de fato ter uma cidade mais limpa”.

 

Pois é meus caros sujões, agora a coisa vai mexer no bolso de vocês porcalhões, e eu sinceramente gostaria que isso se tornasse uma medida de cunho nacional. Tenho certeza que diminuiria e muito a quantidade de lixos nas ruas, e consequentemente no que sobra da nossa natureza, além de reeducar uma nação que ao meu ver, é bem porca! Quem sabe assim começaríamos a valorizar nossas ruas, bairros. Ter presente nosso papel como cidadão, e largar esta postura egoísta de que só devemos cuidar e preservar o que esta por trás da porta da rua para dentro. Amenizaríamos o serviço dos garis, e quem sabe, seríamos elogiados por manter uma cidade limpa e organizada. Afinal, grande parte dos turistas que vem de fora comentam o quão sujas são as cidades brasileiras, e isso com certeza não é um dado muito animador, não é mesmo?

Ao invés de reclamar da estrutura, vamos mudar os nossos hábitos, e mesmo que na nossa cidade ainda não tenha sido aplicada tal punição, já termos notado esse sinal de atenção e reeducação. Manter nossa cidade limpa é mais que um papel cidadão, é amor pelo meio ambiente, é cuidado com o próximo. E definitivamente, um cuidado com nós mesmos.

Anúncios

Deixe seu recado após o sinal. Beep!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s