Dor, cansaço e estresse: a solução pode estar em suas mãos!

O Daqui pra Frente, esta semana, trouxe uma matéria da Fisioteraputa Fernanda Garcia Karam, que mostra a relação de dores e cansaço com os exercícios físicos. Veja aqui na íntegra, com a cobertura exclusiva do PPP.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Nosso corpo é formado por estruturas que dependem uma das outras e realizam diversas funções. Basicamente somos compostos por sistemas, ossos, músculos, tendões, ligamentos e outros elementos articulares que trabalham em conjunto e estão interligados. Daremos uma ênfase aos músculos para compreender melhor o que acontece com nosso corpo quando estamos em repouso e quando nos movemos.

O músculo é constituído por diversas fibras e é o componente contrátil do nosso corpo. São fortes e capazes de suportar cargas. Possuem uma parte central, o ventre muscular, e duas extremidades que são como cordões, conhecidos como tendões. Os tendões se prendem aos ossos. Quando realizamos um movimento, as fibras musculares se encurtam e, com ajuda dos tendões, puxam os ossos, transmitindo um movimento. Isso acontece o dia inteiro. Mesmo quando estamos em repouso, muitos deles estão contraídos. Os músculos posturais, por exemplo, estão constantemente tensionados para manter a nossa postura. Em nossa evolução, eles foram extremamente necessários para adquirirmos a posição bípede. Sem eles, nós não estaríamos em pé.

Um músculo tem, naturalmente, a tendência de se encurtar, o que já caracteriza um papel importante na formação da nossa postura. Se ele se encurta, as suas extremidades tracionam o local em que estão inseridas, alterando o posicionamento normal das estruturas do corpo e favorecendo o surgimento das nossas incansáveis dores. O corpo começa, então, a adotar posições para escapar da dor, causando mais alterações e fixando uma lesão. Aparecem as tensões musculares, as tendinites, as dores posturais e diversas outras manifestações.

A má postura é a grande vilã. Somos constantemente obrigados a lidar com o peso da gravidade, nos empurrando para baixo. Nós começamos a alterar o posicionamento natural do corpo e ficamos curvados, desajeitados nos sofás e ainda, por conta do nosso trabalho ou do próprio sedentarismo, somos obrigados a manter a mesma posição por horas. Nós sentamos errado, trabalhamos errado e ainda dormimos errado. (Sim, existem posturas corretas para sentar, trabalhar e até mesmo deitar! Em breve, daremos mais dicas a respeito das medidas corretas que podemos adotar). E sem os exercícios, tudo isso só se agrava.

Os encurtamentos e as tensões se juntam com os hábitos alimentares errados, sobrepeso e sedentarismo, e nosso corpo entra num ciclo vicioso. O stress com o trabalho, trânsito e horários prejudicam ainda mais nossa saúde. A falta de atividade física também favorece o aparecimento de doenças. Ou seja: a prática de exercícios é fundamental para alongar nossos músculos, cuidar da nossa postura, manter peso saudável e diminuir o risco de doenças crônicas e cardíacas, além de melhorar a circulação e oxigenação do corpo e a auto estima.

Todos nós precisamos de exercícios. Por isso, @Daqui Pra Frente, mexa-se!

Por: Fisioterapeuta Dra. Fernanda Garcia Karam
Para curtir o Daqui Pra Frente, siga-nos: https://www.facebook.com/pages/Daqui-Pra-Frente/308247332635961

Anúncios

Deixe seu recado após o sinal. Beep!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s