Inesquecível Buenos Aires – parte 03.

No segundo em dia em Buenos Aires, você irá para os destinos mais diferentes da cidade. Sugestão de saída do hotel: 10h. Peça ao taxi que vá até El Caminito. O Caminito é uma espécie de pelourinho argentino, cheio de estátuas engraçadas, apresentações de tango, e onde você vai tirar a foto mais engraçada de toda a viagem: numa daquelas placas para colocar a cabeça, que tem corpinho de bailarinos de tango.  O preço por foto nas placas foi de 10 pesos e há até 4 opções de fotos, totalizando 40 pesos. O Caminito é aberto, por isso troque os dias do roteiro, caso esteja chovendo. Apesar do local oferecer vários bares e restaurantes, nossa dica é que você não almoce por lá. É mais caro. No Caminito vale gastar 1h, mais o tempo que você pode conhecer o Museu de Cera de Buenos Aires. Você não verá Brad Pitt ou Angelina, mas verá um lugar extremamente diferente de tudo que você conheceu. A entrada do museu custa 10 pesos por pessoa. É muito pequeno, mas especialmente na saída, há uma série de quinquilharias, notas antigas de dinheiro, uma nota de um milhão de dólares, fotos do Caminito alagado há muitos anos atrás, buzinas, discos de vinil e muito mais na decoração. De lá você enxergará o Estádio do Boca, que não chegamos a visitar, mas conseguimos ver. De lá, saia pelo mesmo lugar de entrada e aproveite para ver o Rio de La Plata, bem em frente ao Teatro de La Ribeira.

 

Foto: Dannie Karam

Foto: Dannie Karam

 

Do Caminito, pegue novamente um taxi e peça para ir para o bairro da Recoleta, passando pela Torre Inglesa. A Torre Inglesa é um monumento que a Inglaterra deu de presente à Buenos Aires e é uma réplica do Big Ben. Sinceramente, apenas fotografamos do próprio taxi a torre, já que o motorista disse não ter muito pra ver lá dentro. De lá, você pode seguir para a Rosa de Metal. O total do taxi não passou de 30 pesos. A Rosa de Metal fica num imenso jardim ao lado da faculdade de Direito, prédio que por sinal, vale muitas fotografias. É bem clássico e muito  bonito. A Rosa de Metal abre e fecha de acordo com a luz solar.  Indo próximo ao meio-dia ela está totalmente aberta e rende fotografias incríveis. Você gastará em torno de meia hora nesse jardim. Se preferir gaste mais meia-hora relaxando neste parque, porque é realmente impressionante.

Na sequência, atravesse a avenida em frente à saída do parque e atravesse o jardim de árvores enormes até a outra ponta. Você sairá ao lado do Museu de Arte Moderna de Buenos Aires. No museu, que tinha entrada de 5 pesos por pessoa, não passamos mais de 20 minutos. Vale ver algumas peças interessantes, e até aproveitar para usar o banheiro do lugar. (a saída do parque fica atrás da pessoa que estiver de frente para a  foto abaixo, na ponta próxima da faculdade de direito)

 

Foto: João Bessa

Foto: João Bessa

 

Depois suba a praça do outro lado da avenida onde está o museu e suba o pequeno “morrinho” até chegar a um “shopping” onde você verá o Hard Rock Café Buenos Aires. Paramos por lá para comer um lanche enorme e delicioso e tirar fotos de várias relíquias do rock internacional. O total com refrigerantes de dois destes pratos foi de 118 pesos, mas valeu cada centavo. Quando sair, procure sair pela outra saída e siga para seu lado esquerdo. Você terá uma visão panorâmica muito bonita, além de um muro de mais de 200 anos intacto, que cria um ambiente muito retrô e romântico. Siga para a mesma direção rumo ao Cemitério da Recoleta. O lugar parece sem saída, mas não se preocupe. Há passagem! E você pode pedir informações na saída para os atendentes locais, sem problemas.

 

Foto: Dannie Karam

Foto: Dannie Karam

 

Você sairá numa praça enorme, com uma árvore impressionante de metros de largura. De tão imensa ela teve de ser sustentada em vários galhos. Se você gosta de belezas naturais como nós, aproveite para descansar por 10 a 15 minutos no banco desta praça. Se for de seu interesse, o Cemitério da Recoleta guarda o túmulo da Evita. O túmulo em que ela está sepultada foi emprestado por seu cunhado pois quando ela morreu, não havia o suporte da família ou do governo. O passeio ao cemitério foi sinistro, mas ao mesmo tempo interessante, pois parecia um verdadeiro shopping de túmulos imensos, com estátuas em homenagem aos mortos. Mas pergunte na entrada onde é o túmulo da Evita, porque é fácil se perder. De lá você pode ir à Igreja de Pilar que fica bem ao lado e que guarda em seu interior um museu de imagens católicas muito bonitas (Claustro de Pilar). A entrada do museu foi de 10 pesos e é um lugar muito calmo. De lá você pode sair e tirar fotos na cabine telefônica inglesa do outro lado da praça.

Provavelmente, até que você acabe esse passeio, serão por volta de 15h. Pegue um taxi para o Puerto Madero novamente. O taxi custará entre 20 e 30 pesos. No Puerto, aproveite para tirar fotos no cenário durante o dia, veja o Recanto da Holanda (uma área simples, com um monumento de uma menininha) e aproveite para atravessar a Puente de la Mujer. Ainda no Puerto, visite o Museu do Navio. Um museu dentro do navio atracado, que permite que você visite até a casa de máquinas de um antigo navio de guerra argentino. O preço da entrada foi de 2 pesos por pessoa. Você gastará em torno de 1 hora visitando o museu e conseguirá muitas fotos únicas e diferenciadas.

 

Foto: João Bessa

Foto: João Bessa

 

Talvez serão por volta das 17h até que este passeio acabe. Aproveite para tomar uma cervejinha ou uma simples água e desfrutar do cenário no Hooters. O Hooters é um restaurante americano onde as vendedoras geralmente se vestem com shorts curtos e decotes. Se você é mulher e está se perguntando “por que eu ia querer nesse lugar?’, a resposta é simples: comida boa, decoração diferenciada e uma varanda de mesinhas com vista sem igual para o porto. Uma água, um refrigerante e duas cervejas custaram preciso 47 pesos sem serviço – que nunca vem cobrado direto na nota por lá.

Quando a noite cair, volte para o hotel. Se você estiver no Noster Byres, aproveite para jantar no El Hipopotamo. Se estiver em outro lugar, vale a pena conferir. É um bar antigo, que existe há mais de 100 anos, com pratos diferentes e que fica bem à frente da Plaza Dorrego, que durante finais de semana, nos informaram, havia feira de antiguidades  Nós não chegamos a ficar o final de semana por lá, então não pudemos conferir. No El Hipopotamo, você gastará no máximo 100 pesos, se pedir refeições completas e bebida para duas pessoas. Nós pedimos entradas de jamón (presunto cru) e um prato para cada um, mais bebidas, e gastamos 75 pesos. De lá, aproveite para descansar. O próximo dia é o dia no qual você mais vai caminhar! Durma bem, descanse bastante e se prepare para a famosa Casada Rosada e muito mais!

Anúncios

5 pensamentos sobre “Inesquecível Buenos Aires – parte 03.

  1. Adorava Buenos Aires, apesar de bastante decadente. Minha ultima viagem B.As. em novembro foi “inesquecivel” . Eu e meu marido perdemos (furtados) nossa Nikon no metro quando iamos cobrir a Feira Internacional de Turismo.Um truque para furtar que jamais poderia imaginar.Outros estrangeiros backpackrs quase surtaram depois daquilo. Lamentavel.

    • Caramba, que pena!!! Espero que vocês tenham mais sorte nas próximas viagens. A gente conseguiu ir e voltar com muita tranquilidade..

    • Muito obrigada!!! Interaja sempre com a.gente!! Sugestões de pautas, comentários, o que quiser mandar. Um grande abraço!!

Deixe seu recado após o sinal. Beep!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s